top of page

"O tempo que você tem para viver, realmente inspira você a fazer?"       

  • O que se entende por Saúde Mental?
    Saúde Mental é um conceito bastante amplo e diversificado, sobretudo ao se levar em conta fatores culturais e sociais que resultam em diferentes comportamentos apresentados pelas pessoas. Existem diversos fatores que podem comprometer a saúde mental de um indivíduo, uma vez que provocam intensa dor emocional, tais como crises de natureza afetiva, vivências de perda das mais variadas ordens, adoecimento físico, entre outros, sendo que a forma com que cada um poderá lidar com tais experiências, dependerá também de seu próprio grau de organização mental. Portanto, a definição de saúde mental está relacionada com a capacidade do sujeito de processar a invasão de estímulos internos e externos, pelos quais seu aparelho psíquico é acometido constantemente ao longo da vida.
  • Como diferenciar tristeza de depressão?
    É importante prestar atenção, sobretudo, na duração e intensidade de cada estado emocional. A tristeza é um sentimento natural diante de algum acontecimento doloroso ou estressante, normalmente tem uma duração menor (algumas horas ou dias) e não afeta a produtividade, ou seja, não incapacita o sujeito de realizar suas atividades cotidianas. Já no caso de um quadro depressivo, este pode durar meses ou anos, especialmente se não tiver um tratamento adequado. Além disso, a depressão é um quadro clínico caracterizado por um conjunto de sintomas associados, sendo que além de tristeza profunda também se apresentam outros sinais como humor deprimido, perda de prazer e/ou interesse por atividades anteriormente prazerosas (desânimo), alterações no sono, apetite, libido, perda ou ganho de peso (não intencional), falta de energia, dificuldades de concentração, pensamentos negativos em relação à própria vida, entre outros.
  • A solidão é uma doença?
    Não. A solidão é um estado de alma, em que a pessoa, por diferentes motivos, se sente só no meio do mundo, numa profunda separação de tudo o que o rodeia. Um sentimento de solidão facilmente pode conduzir a doenças psicológicas, como a depressão e/ou ansiedade.
  • Como não adoecer com a correria do dia a dia?
    As inúmeras exigências e obrigações do dia a dia podem representar pressões vindas do ambiente externo, às quais nos submetemos. Contudo, cada sujeito lida de um modo singular com tais situações e isso depende de vários fatores, dentre eles as características de personalidade de cada um. Algumas pessoas que tendem, por exemplo, a serem mais exigentes consigo mesmas, perfeccionistas, centralizadoras, acabam experimentando também uma pressão vinda de dentro (interna), o que pode potencializar os sentimentos desencadeados pelas situações externas. É importante, sempre que possível tentar separar alguns minutos no dia a dia para uma auto percepção, prestar atenção nas próprias necessidades físicas e emocionais e respeitar os próprios limites.
  • Quando devo procurar Psicoterapia?
    O momento para buscar ajuda profissional é quando há o reconhecimento de sofrimento emocional persistente, o qual passa a comprometer a funcionalidade e produtividade da pessoa que sofre. Esse estado acaba afetando vários aspectos de sua vida, tais como saúde, trabalho, relacionamentos familiares e sociais. Fazer Psicoterapia possibilita o autoconhecimento, a solução de conflitos e a melhora da saúde mental. É nela que o paciente olha para si mesmo e pensa nas razões que levam à determinados pensamentos ou atitudes em relação a uma área de sua vida. A partir de conversas e abordagens, a terapia torna possível a conscientização do passado de uma pessoa, o que geralmente influencia em quem ela é hoje. A Psicoterapia também concretiza a autoaceitação da situação do paciente, que com o autoconhecimento pode tomar atitudes e ter comportamentos mais assertivos, possibilitando uma maior qualidade de vida. Costumo dizer que todos nós carregamos o peso da nossa humanidade e da nossa imperfeição. Sofremos por não sermos compreendidos, por solidão, por não sermos capazes de salvar o outro, por amor, saudade, medo... Temos depressão, ansiedade, oscilação de humor, raiva, traumas, inseguranças, dificuldades em nossos relacionamentos, transtornos alimentares, estresse entre outros tantos... Somos humanos e nossa dor importa. Mas apesar da imperfeição, a psicoterapia nos possibilita crescer, evoluir e nos tornarmos em uma melhor versão de nós mesmos. Convido você a embarcar nesse emocionante caminho comigo!
  • Afinal, o que é Psicoterapia?
    A palavra psicoterapia nos remete a um tratamento da psique, ou seja, da alma. Um psiquiatra ou psicólogo irá trabalhar juntamente com o paciente para resolver questões sentimentais, através de ferramentas como a fala principalmente, onde o paciente pode expressar o que sente em um ambiente acolhedor. O profissional da psicoterapia ajudará a identificar a causa dos seus problemas emocionais e buscar uma maneira de resolvê-los internamente. O principal objetivo da psicoterapia é auxiliar as pessoas a lidarem com seus problemas psicológicos e emocionais, a diminuir os sintomas que estão prejudicando o funcionamento normal da nossa rotina. Quem sofre com algum transtorno como ansiedade, depressão, esquizofrenia, vícios, síndrome do pânico, entre muitos outros, têm sintomas que afetam diversas áreas da vida e podem encontrar na psicoterapia, uma maneira de lidarem com esses problemas. A psicoterapia tem a capacidade de devolver a qualidade de vida e tornar os relacionamentos afetivos e profissionais mais saudáveis, tanto para quem tem alguma doença, quanto para pessoas que só procuram uma vida melhor. Em outras palavras, a psicoterapia consiste em encontros semanais, de duração previamente combinada. É um processo psicoterapêutico colaborativo onde o terapeuta devidamente habilitado busca juntamente com seu cliente definir o plano de acompanhamento e apoio psicológico, visando promover Autonomia e o Equilíbrio da Saúde Emocional, proporcionando a Resolução de Problemas, Cura de Sintomas, Melhoria do Bem Estar e Qualidade de Vida.
  • Existe um momento certo para iniciar a Psicoterapia?
    Não existe hora certa para iniciar a psicoterapia. O que existe é a necessidade pessoal e o tempo de cada um. Durante nossa vida passamos por muitas experiências as quais podem desencadear desde sensações de desconforto/sofrimento emocional, como cansaço acompanhado da necessidade de maior esforço para fazer as coisas, incapacidade de sentir alegria e prazer, falta de motivação, dores e outros sintomas físicos não justificados por problemas médicos, interpretação distorcida e negativa da realidade, dificuldade de concentração, raciocínio mais lento, esquecimento, insônia, ansiedade, diminuição do desempenho sexual, perda ou aumento do apetite e do peso, dentre outras sintomas. Nesta perspectiva, o momento de procurar um psicólogo é aquele no qual você se dá conta de que não consegue mais lidar sozinho com estas situações. Se você precisa de ajuda, não tenha vergonha de buscar um profissional, ele foi preparado para te receber e está pronto para te auxiliar a aprender a viver melhor consigo mesmo e com o mundo que os cerca.
  • Eu preciso de ajuda, mas não sei como pedir. Como devo fazer?
    A dificuldade em pedir e/ ou buscar ajuda pode estar relacionada à diversos fatores, dentre eles, o preconceito ou falta de informação a respeito das doenças da mente e dos tratamentos na área da saúde mental. Ainda hoje existem pessoas que associam o tratamento psicológico exclusivamente à casos de doenças mentais graves, ou seja, falando no senso comum, entendem que o psicólogo cuida de pessoas “loucas”, ou gravemente comprometidas. Também não é incomum ou pouco frequente o caso de pessoas, por exemplo no ambiente profissional, resistirem a buscar auxílio de um profissional da saúde mental temendo uma retaliação por parte dos colegas, ou até mesmo com medo de uma demissão.
  • Como sugerir que outra pessoa faça Psicoterapia?
    Uma maneira de auxiliar alguém a procurar tratamento psicológico é tentar ajudá-la a enxergar seu próprio sofrimento emocional, e/ou os prejuízos que tem obtido em função de um determinado comportamento ou situação vivenciada. E posteriormente orientá-la sobre os caminhos possíveis para realizá-lo.
  • Como funciona a Psicoterapia Online?
    A Psicoterapia Online possibilita que você possa realizar suas sessões sem se deslocar de casa, estando em qualquer lugar do mundo. Para que a sessão aconteça te encaminho um link para que possamos fazer sua sessão por meio de uma videochamada. Sua câmera e seu microfone devem estar ligados. Assim como o atendimento presencial, o online também segue todas as normas regentes no Código de Ética Profissional do Psicólogo (a). Durante nossos encontros iremos trabalhar com a sua fala, com os seus sentimentos. Por isso é importante que você esteja em lugar calmo, com pouco barulho, onde você se sinta à vontade para falar livremente. Verifique a sua conexão com a internet, e certifique-se que sua câmera e microfone estão funcionando. Fique tranquilo(a) pois os atendimentos online são eficazes assim como os presenciais!
  • Qual é o melhor ambiente para realizar o Atendimento Online?
    Indico estar em um lugar calmo, seguro e tranquilo onde haja a garantia de que você esteja sozinho (a) neste ambiente. Caso tenha outras pessoas na sua casa, oriento usar fones de ouvido para sua segurança e conforto.
  • Qual é o público que você atende?
    Atendo somente o público adulto.
  • Quanto tempo dura o processo de Psicoterapia?
    O tempo de duração do processo de psicoterapia varia de paciente para paciente. Isto quer dizer, não é possível determinarmos um número X de sessões. Uma vez que a forma como cada pessoa entende e processa as situações conflitantes que podem vir a existir dentro de si de maneira singular.
  • Quanto tempo dura cada sessão de Psicoterapia?
    A sessão de Psicoterapia tem em média uma duração de 50 minutos que são contados a partir do horário agendado, por isso é importante que se tenha pontualidade.
  • Qual o valor da sessão?
    Conforme o Conselho Federal de Psicologia (CFP), não posso utilizar o valor da sessão como forma de propaganda. Isto quer dizer, não podemos divulgar valores em mídias publicitárias e redes sociais. Fico à disposição para tratar desse assunto de forma particular!
  • Quanto ao pagamento?
    O pagamento é feito através de transferência bancária ou PIX de forma antecipada, podendo efetuar o pagamento semanalmente ou mensalmente.
  • Atende por meio de convênios?
    Não. Atendo somente pacientes na modalidade particular.

"Eu não sou o que me acontece eu sou o que escolho me tornar."           

bottom of page